Seminário de Psicologia discute sobre enfrentamentos ao suicídio

Publicada em 22/09/2022 - Fonte: ASCOM

Promovido nesta terça-feira, 20, no Campus Dom Bosco, o Seminário “Psicologia e suicídio: atuações e enfrentamentos”, teve como proposta a discussão de temáticas do Setembro Amarelo.Organizado pelas estagiárias do Serviço de Psicologia Aplicada (SPA), as graduandas de psicologia, Izabella Dias Lombardi e Maria Paula Batista Martins, o evento contou com palestras e mesa-redonda sobre saúde mental e uma apresentação artística, que abriu o encontro.

Segundo Izabella e Maria Paula, a ideia do seminário surgiu depois de perceberem que os estagiários do SPA tinham receio em como contatar os pacientes da lista de espera com ideações suicidas. “Então, como existia essa lacuna na nossa formação, pensamos em promover um encontro para debater o tema”, comenta Izabella.

Conjuntamente com a psicóloga do SPA, Paula Pontes, foi construído o seminário para auxiliar na formação dos estudantes de psicologia, a fim de auxiliar os alunos, que lidam diretamente com o sofrimento humano: “eles também precisam ser cuidados, já que nós profissionais da psicologia também sentimos angústias, e esse evento busca sanar essas dúvidas”, pontua Paula Pontes.

O evento contou com a palestra do professor do Departamento de Psicologia da UFSJ (DPSIC), Marco Antônio da Silva Alvarenga, intitulada “Aspectos teóricos acerca do suicídio”. Foram apresentados dados referente ao tema, como estatísticas e apontamentos sobre saúde e gestão de crises. A apresentação também trouxe para os futuros psicólogos um suporte para o atendimento clínico e o debate de como devem se portar nessas situações.

Segundo dados da OMS, em 2020, aproximadamente 700 mil pessoas no mundo tiraram suas próprias vidas. “Então, falar de suicidio é importante, pois ainda é um tabu para nossa sociedade. Muitas dessas perdas podem ser evitadas em função da melhoria das intervenções, do acolhimento e de uma escuta sensível e acolhedora a respeito do que essas pessoas vivem. E claro, alertar e comunicar as pessoas sobre essas ideias”, pontua Marco Antônio.

Na segunda parte do evento, profissionais de São João del-Rei e outras cidades, discutiram temas de estudos da área, como: Suicídio no contexto hospitalar (Gleyce Alves dos Santos), Suicídio no contexto escolar (Arielle Gomes Martins), Suicídio no contexto clínico (Flávia de Carvalho Larroca) e Suicídio no contexto psicossocial (Rafael Venturini da Silva).