Idiomas Sem Fronteiras realiza (re)credenciamento de especialistas

Termina em 5 de julho o (re)credenciamento de especialistas da Rede Andifes Nacional de Especialistas em Língua Estrangeira – Idiomas Sem Fronteiras (Rede Andifes IsF). Podem participar docentes ou estudantes de doutorado de qualquer instituição de Ensino Superior, pública ou privada, que tenham participado de ações na área de ensino, pesquisa ou extensão de línguas estrangeiras.

Os credenciados poderão atuar em até cinco papéis na Rede IsF: docente orientador, docente autor, docente ministrante, docente gestor e/ou docente pesquisador.

Dúvidas frequentes
1) É obrigatório fazer o Curso Aberto Autoinstrucional disponível na plataforma www.poca.ufscar.br?
Sim, é obrigatório para todos – tanto para especialistas que já participaram do Programa IsF no MEC, mas não se credenciaram à Rede, quanto para especialistas novos e para especialistas que estão na Rede já credenciados.

2) Por que fazer um curso para se credenciar?
É necessário fazer o curso porque há muitos detalhes a serem compartilhados entre o que era o Programa IsF e agora as ações na Rede IsF nessa nova etapa. Há muitas dúvidas e o curso poderá auxiliar a compreender melhor as funções, os papéis, e o trabalho que pode ser feito em cada instituição de ensino superior ou no trabalho docente, integrando Ensino/Pesquisa/Extensão. Além disso, segundo o Núcleo Gestor, não há recursos humanos para explicar essa dinâmica para cada pessoa que entra na Rede. Portanto, essa foi a forma encontrada para padronizar as informações antes que a pessoa se (re)credencie. O certificado do curso será exigido para completar esse processo.

Edital e formulário
O edital e as orientações podem ser acessados na página da Andifes. É fundamental que você leia atentamente todo o edital antes de preencher o formulário de (re)credenciamento: http://bit.ly/ReCredenciamentoIsF. Leva em torno de 15 minutos. Com todas as etapas concluídas, envie os documentos solicitados em .pdf para o e-mail credenciamento@programaisf.pro.br. Para mais informações ou dúvidas: comunicacao@programaisf.pro.br.


Publicada em 17/06/2021
Fonte: ASCOM

 Voltar