Nota Oficial da Reitoria: a verdade dos fatos sobre os terceirizados

Ao contrário do que foi e continua sendo veiculado, intempestiva e falsamente, os 10 funcionários terceirizados, que poderiam ser demitidos pela empregadora privada e que prestam serviços de limpeza à UFSJ, não chegaram a ter seus contratos rescindidos. Vamos à verdade dos fatos:

#No dia 15 de junho de 2021, o reitor Marcelo Andrade foi comunicado que seriam encerrados os contratos de 10 terceirizados em função de não terem sido aprovados em exame periódico;

#Tão logo foi cientificado do fato, o reitor pediu à equipe responsável que averiguasse os detalhes que levaram à medida, uma vez que a Reitoria da UFSJ, em todo o período da pandemia e, apesar do corte de recursos financeiros por parte do governo federal, lutou para preservar TODOS OS POSTOS DE TRABALHO dos terceirizados na instituição;

#Informado de que a medida tomada pela empresa poderia ser revertida, uma vez que encontrava amparo legal para tanto, na data de ontem, 16 de junho, o reitor Marcelo Andrade se reuniu com sua equipe a fim de se certificar das medidas a serem efetivadas, sem intervir no gerenciamento de uma empresa privada;

#A decisão de que fossem tomadas ações legais para a suspensão das demissões foi, então, ontem mesmo, dia 16, comunicada à empregadora e todo processo revertido;

A VERDADE é que a REITORIA DA UFSJ sempre esteve ATENTA, SE MANTEVE E SE MANTÉM fiel ao compromisso de lutar pela saúde e bem-estar de todos os servidores e colaboradores, o que inclui, na medida do que suporta o orçamento da instituição, a GARANTIA dos postos de trabalhos de seus terceirizados.

Qualquer ilação, fake news ou impropério em torno a esse ou outros assuntos que digam respeito à UFSJ devem ser desconsiderados e combatidos!


Publicada em 16/06/2021
Fonte: ASCOM

 Voltar