UFSJ aprova novo programa de residência médica

O Departamento de Medicina da UFSJ, Campus Dom Bosco, comemora a aprovação do novo Programa de Residência em Clínica Médica. As atividades serão oferecidas no Hospital Nossa Senhora das Mercês e em unidades de saúde, em parceria com a Prefeitura de São João del-Rei e Hospital Ibiapaba, em Barbacena. O Programa disponibilizará oito vagas, sendo quatro em 2022, e outras quatro no ano seguinte.

As instituições foram escolhidas devido à excelente atuação na área de Clínica Médica e também à reconhecida experiência que possuem em algumas especialidades. O Hospital Ibiapaba é referência em atendimento nas áreas de Oncologia e Cardiologia. Já o Hospital Nossa Senhora das Mercês oferece serviço especializado na área de Nefrologia. Nas unidades de saúde, os alunos terão a oportunidade de atuar junto ao Programa de Saúde da Família (PSF), promovendo o contato direto com a comunidade. Todas as atividades desempenhadas pelos estudantes serão acompanhadas por profissionais capacitados, responsáveis por transmitir os conhecimentos práticos de cada área.

O coordenador da Residência em Clínica Médica do Campus Dom Bosco, Rodrigo Russo, destaca a importância do apoio da Reitoria para que o novo Programa passasse a ser oferecido aos estudantes. “A Reitoria teve participação especial na aprovação da Residência em Clínica Médica, curso que será de extrema relevância para formação dos estudantes. É necessário enfatizar também a contribuição dos docentes da área de Clínica Médica e da coordenação da Medicina para a criação da residência.”

Formação complementar
A Residência Médica proporciona aos alunos a prática dos conhecimentos adquiridos durante o curso de Medicina. A UFSJ já oferece aos estudantes a Residência em Medicina de Família e Comunidade. Com o início das atividades do curso de Clínica Médica, os discentes poderão atuar em uma área base, que engloba conteúdo de diversas especialidades, fato que evidencia a importância da aprovação do novo Programa.

De acordo com o professor Rodrigo Russo, a formação médica não é terminal, sendo fundamental o treinamento em serviço, supervisionado por um preceptor que orienta o estudante quanto à prática da Medicina. “A Residência proporciona uma bagagem muito significativa para o aluno. Nas instituições parceiras da UFSJ, os futuros médicos terão acesso a diversos conhecimentos e procedimentos avançados essenciais para a formação”, explica.

Processo seletivo
Os interessados em participar devem ficar atentos ao processo seletivo, que será realizado no segundo semestre de 2021. Todas as informações estarão disponíveis na página da Comissão de Residência Médica do Campus Dom Bosco.


Publicada em 03/02/2021
Fonte: ASCOM

 Voltar