2016

De volta dessas férias tão merecidads e a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Popupalres retoma todas as suas atividades e almeja um ano de grandes conquistas e avanços junto às Prefeituras Municipais da Regional Vertentes fortalecendo e criando novos trabalhos que norteiem a Economia Solidária e seus princípios, sempre em busca de um bem maior para todos, lutando e combatendo as desigualdades e principalmente apoiando a produção e consumo sustentáveis.

Assim lutando com muita garra

 

em prol da Economia Solidária, iremos construir 

pouco a pouco uma sociedade melhor para se viver. 

Que seja um ano de muito sucesso e alegria, simbora trabalhar. 

Avante EcoSol o/

 

Dia 17 de fevereiro de 2016

 

Com o inicio do período letivo, se iniciaram também as atividades da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares neste ano de 2016. Mesmo sendo a primeira semana de aula onde ainda várias atividades dentro da faculdade vão voltando ao normal, a Incubadora não pode perder tempo assim convocou está reunião que teve uma grande pauta devido a tantas demandas e trabalhos que temos pela frente. O movimento não pode parar, esperamos grandes conquistas e muita entrega de toda a equipe regional de EcoSol. O trabalho continua Avante EcoSol o/ 

 

 

Dia 25 de fevereiro de 2016

 

Fóruns Regionais do Governo do Estado

Nesta quinta-feira aconteceu a terceira etapa dos Fóruns Regionais do Governo do Estado no município de São João Del Rei  exatamente no anfiteatro do Campus Santo Antônio, tendo início às 09 h da manhã e termino às 18h. O objetivo desta etapa foi a devolutiva das propostas recebidos na segunda etapa que aconteceu no ano passado no município de Barbacena e a posse do Colegiado Executivo da regional contendo 25 membros titulares assim como os suplentes. A devolutiva sobre as propostas de Economia Solidária trouxeram as seguintes informações:

1.    Proposta: Criação de um cinturão para incentivar os fornecedores locais e atender as grandes organizações da região, abrangendo e promovendo inclusive a cadeia produtiva da economia popular solidária.

2.    Incentivo à Economia Popular Solidária, por meio de subsídio aos municípios para apoio aos projetos locais (bolsas, transporte, ponto fixo de venda).

·       Devolutiva para as duas propostas:

Para estímulo à criação de iniciativas produtivas, os chamados Empreendimentos Econômicos Solidários, a SEDESE – Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social prevê o fomento a grupos de produção coletiva com entrega de kits de equipamentos, assessoramento, estruturação de pontos fixos de comercialização e feiras regionais. No ano de 2016, o programa de Consolidação da Política de Economia Solidária prevê a utilização de R$ 6,9 milhões (valores referentes a todo Estado, cuja parcela destinada a cada território será debatida nas instâncias representativas, a saber, Conselho Estadual de Economia Popular Solidária e Fóruns Regionais).

Para 2016 a SEDESE prevê a implantação de pelo menos um Ponto Fixo de Comercialização de Produtos de Economia Solidária no território Vertentes bem como a entrega (em parceria com a EMATER) de kit contendo barracas.

A Incubadora junto ao Fórum Regional de Economia Solidária através do membro Jorge Luiz participam também do Colegiado Executivo do Fórum Regional Vertentes, fortalecendo a busca por melhores condições da Economia Solidária nas Políticas Públicas Estaduais e promovendo o movimento nas instâncias governamentais. 

 

 

Dia 01 e 02 de março de 2016

 

 

E o mês de março começou a todo vapor, a Incubadora juntamente ao Fórum Regional participaram de um curso oferecido pela Cáritas Brasileira com apoio do Fórum Mineiro de Economia Solidária e do CEEPS – Conselho Estadual de Economia Popular Solidária, sobre Fundos Solidários. Tendo em vista o edital para fundos solidários da Cáritas Brasileira que irá contemplar sete empreendimentos de Economia Solidária e será lançado no final do mês, o curso trouxe vários conhecimentos e informações além da experiência de dois representantes da Secretaria de Economia Solidária do Estado da Bahia que contaram como a Economia Solidária e os Fundos Rotativos foram implementados e funcionam nos dias atuais trazendo um pouco da conjuntura das políticas públicas do estado baiano. O edital foi construído através do debate e consenso dos participantes presentes no curso, onde se dividiram em grupos e depois dialogaram os pontos principais de abordagem do edital. Esse processo é de extrema importância para o movimento, pois quando a construção e o dialogo são em conjunto as ações surtem mais efeito e consequentemente o sucesso em realizas se torna maior fortalecendo as experiências e repassando conhecimento. Esse primeiro edital é apenas o ponta de partida para futuros e maiores projetos financiadores de fundos. 

 

Dia 08 de março de 2016

Santa Cruz de Minas

A terça-feira foi de reunião, na parte da manhã os alunos membros da Incubadora que estão trabalhando no município de Santa Cruz de Minas estiveram reunidos com a equipe do CRAS. Vários assuntos foram tratados e um cronograma de trabalho foi montado contando para facilitar as atividades e continuar progredindo com a Economia Solidária no município. Toda a equipe do CRAS se prontificou a ficar a disposição para nos ajudar, trabalhando em rede, distribuindo informações e encurtando a distância entre as políticas públicas e a população. Agradecemos a todos pelo apoio e vamos crescer juntos. Avante EcoSol o/

 

Dia 11 de Março de 2016

 

O evento trouxe experientes Professores que debateram suas atividades já realizadas em Economia Solidária além de darem dicas sobre ações dos profissionais em Psicologia nos empreendimentos. A Incubadora participou do evento levando dúvidas e compartilhando informações sobre os trabalhos realizados, essa troca de experiências é fundamental no trabalho em conjunto e solidário princípios fundamentais da EcoSol.