Breve Histórico da UFSJ


A Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) foi instituída pela Lei 7.555, de 18 de dezembro de 1986, como Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei (Funrei), sendo resultado da reunião e federalização de duas instituições: a Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras, cujas atividades iniciaram em 1954, mantidas pela Inspetoria de São João Bosco; e a Fundação Municipal de São João del-Rei, mantenedora da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (Faceac) e da Faculdade de Engenharia Industrial (Faein), cujas atividades iniciaram-se em 1972 e 1976 respectivamente.

Em 19 de abril de 2002, a Funrei foi transformada em Universidade por meio da Lei 10.425, adotando a sigla UFSJ, eleita pela comunidade acadêmica. A UFSJ é pessoa jurídica de direito público, com financiamento pelo Poder Público, vinculada ao Ministério da Educação, que tem sede e foro na cidade de São João del-Rei, e possui unidades educacionais em Divinópolis, na região do Alto Paraopeba e em Sete Lagoas, todas no Estado de Minas Gerais. Como uma Instituição federal de ensino público superior, a UFSJ zela pela autonomia científica, didática, administrativa, disciplinar e de gestão financeira e patrimonial.

A UFSJ foi uma das poucas instituições federais de ensino superior criadas na década de 1980. Desde o processo de federalização, já assumia como um dos eixos centrais de suas atividades fins a indissociabilidade entre as atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão. Desde o início, a Instituição trabalhou para a qualificação de seu quadro docente, sobretudo com o incentivo ao doutoramento, bem como da formação e a estabilização dos grupos de pesquisa e da implantação de pós-graduação stricto sensu, elementos fundamentais para a sua transformação em Universidade.

Atualmente, a Instituição estrutura-se administrativamente em seis unidades educacionais e um centro cultural. Estão localizados em São João del-Rei o Campus Santo Antônio, o Campus Dom Bosco e o Campus Tancredo de Almeida Neves, além do Centro Cultural da UFSJ. Entre 2007 e 2008, a UFSJ criou três unidades educacionais em outros municípios de Minas Gerais: o Campus Alto Paraopeba, localizado na divisa entre os municípios de Congonhas e Ouro Branco; o Campus Sete Lagoas, na cidade homônima; e o Campus Centro-Oeste Dona Lindu, situado no município de Divinópolis.

Instituições antecessoras

Fundação Municipal de São João del-Rei

A Fundação Municipal de São João del-Rei foi criada em 1970 e iniciou suas atividades em 1972.

No início do segundo semestre de 1970, a Prefeitura de São João del-Rei recebeu a doação dos terrenos e dos imóveis do Ginásio Santo Antônio, recém-transferido para Belo Horizonte.  

A Fundação Universitária Municipal de São João del-Rei foi criada pela Lei nº. 1177, de 6 de outubro de 1970 e regulamentada pelo Decreto nº. 611, de 15 de outubro de 1970. Esta lei criava, inicialmente, quatro faculdades a saber: Medicina, Direito, Engenharia e Ciências Econômicas. O nome da Fundação foi alterado para Fundação Municipal de São João del-Rei pelo Decreto nº 779 de 1973. As Faculdades de Direito e Medicina não chegaram a se concretizar.

A Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (FACEAC) foi instalada e o início de suas atividades ocorreu em 1972, sendo que as primeiras turmas de Ciências Econômicas e Administração colaram grau em 16 de julho de 1976.

A Faculdade de Engenharia Industrial (FAEIN) teve seus cursos de Engenharia de Operações, Engenharia Industrial Elétrica e Engenharia Industrial Mecânica autorizados em 1975 e reconhecidos em 1978. Em 1979 colaram grau os primeiros engenheiros.

O curso de Engenharia de Operações foi extinto antes da federalização da FAEIN.

 

Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del-Rei

Em 1953, a Inspetoria Salesiana Dom Bosco, criou, anexa ao Colégio São João, a Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras com o objetivo de habilitar profissionalmente, de acordo com as exigências oficiais, os religiosos da Congregação mantenedora.

A Faculdade Dom Bosco teve seus estatutos aprovados pelo Governo Federal, através do Decreto 34.392, de 27 de outu­bro daquele ano, assinado pelo Pre­sidente Getúlio Dorneles Vargas, que tinha como Ministro da Justiça Tancredo de Almeida Neves.

Instalada em março de 1954, a Faculdade Dom Bosco que manteve até 1986 os cur­sos de Filosofia, Ciências, Pedagogia, Letras e Psicologia.

A Faculdade Dom Bosco mantinha os cursos de Filosofia, Ciências, Letras, Pedagogia e Psicologia. O curso de Letras foi oferecido como Letras Neo-Latinas (Espanhol, Italiano, Francês e Português) e Letras Anglo-Germânicas (Inglês e Alemão). Na década de 1960 foi criada a habilitação em Letras Clássicas (Grego e Latim). Em 1983 o curso passou por grande reformulação, passando a oferecer as habilitações em Língua Francesa e respectiva Literatura; Língua Latina e respectiva Literatura; Língua Inglesa e respectiva Literatura; Língua Portuguesa e respectiva Literatura.

Além das habilitações extintas no curso de Letras, a Faculdade Dom Bosco chegou a oferecer os cursos de  Ciências Sociais e Didática, extintos antes da federalização.

O curso de Ciências foi desmembrado em 2002 nos cursos de Física e Química.