Concurso


Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)



Estão abertas as inscrições para o Concurso de Professor Efetivo, com título de Doutor, na área de Economia, na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), na Cidade de Dourados (MS).


O edital completo pode ser encontrado no site www.ufgd.edu.br/concursos.

Fotos da UFGD podem ser encontradas na Galeria de Fotos no link:
http://www.ufgd.edu.br/util/galeria/

Fotos da cidade de Dourados podem ser encontradas no Google Earth (programa em http://earth.google.com . Em anexo, estou enviando o link direto para a Cidade de Dourados.

Informacoes tiradas do site da UFGD:

O Concurso será realizado em cinco etapas: Inscrição – sujeita a homologação; Prova Escrita - de caráter eliminatório e classificatório; Prova Didática - de caráter eliminatório e classificatório; Prova de Defesa do Memorial – de caráter eliminatório e classificatório; e Prova de Títulos - de caráter apenas classificatório. As provas serão realizadas somente na cidade de Dourados.



O período de inscrição é de 22 de outubro a 22 de novembro de 2007; e o procedimento para inscricao encontra-se disponivel no site da UFGD.

A remuneração inicial será composta pelo Vencimento Básico, Gratificação de Atividade Executiva (GAE) e de até 100% da Gratificação de Estímulo à Docência considerando a produtividade anual do professor, sendo que a remuneração inicial (incluindo 100% da GED) para o cargo de Professor Adjunto em regime de 20 horas semanais de trabalho é de R$ 1.733,66; para o cargo de Professor Adjunto em regime de 40 horas semanais de trabalho é de R$ 3.707,07; e para o cargo de Professor Adjunto em regime de dedicação exclusiva é de R$ 5.675,51.



Mais informações sobre o concurso serão obtidas somente na Secretaria do Concurso ou por e-mail no endereço concursodocente@ufgd.edu.br



CONFIRA AS ÁREAS OFERECIDAS PELO CONCURSO

As vagas estão distribuídas pelas áreas de Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção, Física, Matemática, Estatística, Química, Sistemas de Informação, Administração Geral, Controladoria, Economia, Perícia e Auditoria, Atenção básica, Medicina da família, Epidemiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica, Cirurgia Vascular, Semiologia, Clínica Médica, Dermatologia, Diagnóstico por Imagem, Fisiologia Humana, Ginecologia, Neurocirurgia, Oftalmologia, Oncologia e Clinica Médica, Otorrinolaringologia, Pediatria, Psiquiatria, Letras, Lingüística Aplicada, Teoria Lingüística, Teoria da Literatura e Literatura Comparada, Crítica Literária e Cultural, Literatura e Outros Saberes, Direito Privado (Civil, Empresarial e Trabalho), Direito Público (Administrativo, Tributário, Penal e Processo Penal), Instituições de Direito Público e Privado e Direito Ambiental, Sociologia Jurídica, Antropologia e Criminologia, Antropologia, Ensino de História, Geografia Física, Geografia Humana, Educação Especial, Ensino de Ciências e Matemática, Psicologia da Educação, Geoprocessamento e Análise Ambiental, Agroenergia, Bovinocultura de Leite, Irrigação e Drenagem e Suinocultura.

Aproveito a oportunidade para informar, também, que, embora o Curso de Economia ainda não exista, recentemente, o Conselho Universitário aprovou a criação de nove cursos novos para o ano de 2009, onde, dentre eles, está previsto Economia.


Para aqueles que não conhecem Dourados, abaixo algumas informações:

Histórico: Dourados foi fundada no século dezenove. Era habitada por gaúchos, paraguaios e índios da tribo caiuás, dos quais, ainda existem remanescentes. Em 1910, Marcelino Pires, proprietário da fazenda Alvorada, doou uma gleba junto ao povoado para a criação de um patrimônio. A primeira casa construída pertenceu a Januário Araújo, já no local denominado Patrimônio de Dourados. Foi elevada a categoria de distrito em 15 de junho de 1914 e de município em 20 de dezembro de 1935.

Localização: Dourados está situado na região sul do Estado, a 224 km de Campo Grande (Capital), a 110 km do Paraguai (oeste) e a 250 km do extremo sul do Estado. O município faz divisa ao norte com: Itaporã, Douradina, Maracaju e Rio Brilhante; ao sul com: Laguna Caarapã, Caarapó e Fátima do Sul; a leste com Deodápolis e a oeste com Ponta Porã.

Distâncias:

Brasília - 1.352 km
Campo Grande - 224 km
Assunção (Paraguai) - 720 km
Bonito - 225 km
Corumbá - 621 km
Cuiabá - 912 km
Curitiba - 907 km
Florianópolis - 1.214 km
Fortaleza - 3321 km
Pedro Juan Caballero (Paraguai) - 120 km
Ponta Porã – 120 km
Porto Alegre - 1.294 km
Presidente Prudente - 444 km
Recife - 3249 km
Rio de Janeiro - 1407 km
Salvador - 2589 km
São Paulo - 1.006 km

Relevo:Planalto Arenítico-basáltico

Altitude: 430 metros.

Solo: Solo roxo e muito apropriado para a agricultura.

Clima: Dourados tem clima seco no inverno e tropical úmido no verão.

Área Urbana: 75,845 km 2

Número de Distritos: Oito

Número de Bairros: Duzentos e cinqüenta.

Reservas Indígenas: Duas reservas indígenas, uma delas com mais de oito mil índios (a maior do país em população).
População: 182.747 habitantes.

Etnias: A cidade foi colonizada por famílias vindas do sul do país, dos Estados de São Paulo e Minas Gerais e do Nordeste, além de imigrantes paraguaios e de países da Ásia e Europa, que hoje compartilham a terra com índios das tribos Terena e Guarani/Kaiowá/Nhãndewa.

Estrutura Educacional:

EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO: 83 escolas.

ENSINO SUPERIOR: Quatro Universidades. Uma Universidade Federal, uma Estadual, e duas Particulares.

Saúde: 07 hospitais e 29 unidades de saúde.

Hotéis: Dezenove

Principais Atividades Econômicas : Comércio, Agricultura, Pecuária, Agroindústria e Serviços.

Renda per Capita: R$ 308,07

Prefeito Municipal: José Laerte Cecílio Tetila

Representações Políticas no Âmbito Estadual e Federal:

-Cinco Deputados Estaduais

-Três Deputados Federais



Informação sobre Dourados feita pelo Prefeito José Laerte Tetila, obtida no site da Prefeitura de Dourados

Dourados é a maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul. Além de exercer o papel de município pólo do cone sul do Estado, possui uma localização estratégica, tanto em termos regionais como em relação aos grandes mercados consumidores nacionais e internacionais, sobretudo no que se refere aos países do MERCOSUL.

A economia do município e da região apresenta excelentes perspectivas, particularmente no que diz respeito ao setor de agronegócios. O potencial econômico mais promissor do município encontra-se centrado na atividade agropecuária e agro-industrial. Fatores favoráveis como relevo, solo especialmente fértil, clima e hidrografia, aliados ao espírito empreendedor dos empresários locais, além do elevado nível tecnológico empregado na atividade agropecuária, têm garantido a Dourados a posição de principal produtor de grãos do Estado. Em situação de destaque encontra-se também nossa pecuária que se diferencia pela adoção em larga escala de práticas inovadoras.O município também se sobressai pela importância da atividade da suinocultura, avicultura, apicultura e piscicultura.

Diante desse quadro favorável aliado à existência de um extenso contingente de mão-de-obra disponível e qualificada e à aprovação recente de leis e programas de incentivos, a agroindústria vem conquistando, cada vez com mais intensidade, um espaço de destaque na economia local, desenhando-se no horizonte a perspectiva do município vir a tornar-se o mais importante pólo agroindustrial do país.

Outro papel já consolidado por nossa cidade é o de pólo de prestação de serviços que hoje atende a um total de 38 municípios constituintes da Região da Grande Dourados.

Entre os mais importantes serviços que são oferecidos pelo município destacam-se a oferta de ensino superior e a prestação de serviços médico-hospitalares, com recursos tecnológicos de ponta e profissionais capacitados em todas as especialidades. Com a implantação do projeto Cidade Universitária, Dourados conta atualmente com cinco instituições de nível superior que reúnem um contingente de mais de 8.000 estudantes universitários.

Por fim, uma gama de novos projetos infraestruturais em implantação ou em vias de serem implementados, abre perspectivas alvissareiras para a intensificação de nosso processo de desenvolvimento futuro. Entre eles destacamos a implantação de três estruturas portuárias em hidrovias em um raio de 350 km em torno de Dourados, a construção do ramal do gasoduto Campo Grande – Dourados e a localização de uma usina termelétrica em nosso município.

Outras informações e notícias de Dourados podem ser obtidas nos seguintes links:

www.diarioms.com.br/edicoes_anteriores.php?edicao=559&id=58871
www.dourados.ms.gov.br/comunicacao/not_preview.php?not_id=8397
www.dourados.ms.gov.br/comunicacao/not_preview.php?not_id=14285
www.dourados.ms.gov.br/comunicacao/not_preview.php?not_id=9198
www.dourados.ms.gov.br/comunicacao/not_preview.php?not_id=13888
www.douradosagora.com.br
www.douradosnews.com.br


Prof. Alexandre
UFGD-Dourados