Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Engenharia de Bioprocessos


CURSO DE ENGENHARIA DE BIOPROCESSOS

 

O Engenheiro de Bioprocessos tem formação nas áreas básicas de química, física, matemática e biologia e está apto a desenvolver e aperfeiçoar produtos e processos baseados no emprego, em escala industrial, de enzimas, microrganismos e células vivas. Desse modo, tal engenharia constitui o campo profissional daquele que se utiliza da biotecnologia para produzir substâncias e materiais comercializáveis.

Para a consecução de tais objetivos, entre as competências, habilidades, atitudes e valores fundamentais esperados do engenheiro de bioprocessos a ser formado destacam-se as capacidades de:

 

I.   identificar, formular e solucionar problemas relacionados ao desenvolvimento de serviços, processos e produtos relativos às indústrias bioquímicas e correlatas, aplicando conhecimentos científicos, tecnológicos e instrumentais, incluindo metodologias computacionais, buscando soluções que garantam eficiência cientifica tecnológica, ambiental e econômica dentro de condutas éticas e de segurança;

II.  conhecer a bibliografia relacionada com engenharia de bioprocessos, inclusive as disponíveis eletrônica e remotamente, e, que saiba acessá-las e utiliza-las na solução dos problemas profissionais;

III. relacionar informações intra e entre diferentes áreas do conhecimento, desenvolvendo as capacidades de análise, síntese, generalização (indutiva e dedutiva) e o raciocínio associativo;

IV.  desenvolver, sistematizar e aprimorar conhecimentos básicos, referentes tanto ao desenvolvimento científico quanto ao desenvolvimento tecnológico, necessários à solução de problemas na sua área de atuação;

V.   atuar dentro das atuais tendências do mercado, destacando a biotecnologia e ciências ambientais;

VI. introduzir, desenvolver, avaliar, aprimorar e disseminar serviços, processos e produtos da indústria química, biotecnologia, de alimentos e correlatas

VII. desenvolver e/ou supervisionar projetos de pesquisa nas áreas de conhecimento da engenharia de bioprocessos;

VIII. participar da supervisão e gerenciamento do processo de produção industrial conduzindo, controlando, executando trabalhos técnicos, inclusive para garantir a manutenção e reparo de equipamentos e instalações, e para implantar e garantir as boas práticas de fabricação, a observação de procedimentos padronizados e o respeito ao ambiente, nos diferentes campos de atuação;

IX. desenvolver, modificar, aplicar e avaliar processos de efluentes industriais, de modo a preservar a qualidade ambiental e a saúde humana e animal;

X.  aplicar metodologia científica no planejamento e execução de procedimentos e técnicas durante a emissão de laudos, perícias e pareceres, relacionados ao desenvolvimento de auditoria, assessoria, consultoria na área de engenharia química;

XI. empreender estudos de viabilidade técnica e técnica-econômica, relacionados às atividades do engenheiro de bioprocessos;

XII. atuar na organização e no gerenciamento industrial, pautando sua conduta profissional por princípios de ética, responsabilidade social e ambiental, dignidade humana, direito à vida, justiça, respeito mútuo, participação, diálogo e solidariedade;

XIII. aplicar e avaliar procedimentos e normas de segurança e biosegurança no ambiente de trabalho;

XIV. administrar sua própria formação continuada visando a constante atuação profissional;

XV. adotar condutas compatíveis com o cumprimento das legislações reguladoras do exercício profissional e do direito à propriedade intelectual;

XVI.adotar condutas compatíveis com o cumprimento da legislação ambiental e das regulamentações federais, estaduais e municipais aplicadas ás empresas e às instituições;

XVII. organizar, coordenar, participar de equipes de trabalho;

XVIII. desenvolver formas de expressão e de comunicação tanto oral como visual ou textual compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nos relacionamentos interpessoais e intergrupais;

avaliar as possibilidades atuais e futuras da profissão; preparar-se para atender às exigências do mundo do trabalho em contínua transformação, dentro de condutas éticas e humanitárias, visando atender ás necessidades sociais.

 

  • Ver grade do curso